Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Miller, Previdência e pressão do ‘centrão’ nas manchetes do dia

E-mail revela que ex-procurador orientou JBS sobre delação premiada

Ex-procurador Marcello Miller, reforma da Previdência e pressão do ‘centrão’ por reforma ministerial estão nas manchetes dos principais jornais do país nesta quarta-feira. Na Folha de S.Paulo, e-mail de Miller contrasta com argumento de que ele fez apenas ‘reparos gramaticais’ na delação da empresa. Secretário do Ministério da Fazenda diz que, sem mudanças na Previdência, faltará dinheiro ‘para praticamente tudo’. Insatisfeitos com presença do PSDB, que controla quatro pastas, deputados do ‘centrão’ ameaçam paralisar votações

Folha de S.Paulo
Ex-procurador deu orientações à JBS, sugere mensagem
O ex-procurador Marcello Miller tinha no seu e-mail um roteiro com orientações sobre como os executivos e advogados da JBS deveriam se portar para fechar acordo de delação com a Procuradoria-Geral da República. A mensagem foi revelada após a quebra do seu sigilo. O texto, intitulado “segundo roteiro de reunião”, sugere que a Procuradoria já sabia que o presidente estaria entre os delatados.  

O Globo
Sem reforma, governo prevê paralisia e aumento de imposto
Após admitir que a reforma da Previdência pode não passar, o presidente Michel Temer disse que usará “toda a sua energia” para aprovar as mudanças. Segundo Mansueto Almeida, secretário do Ministério da Fazenda, sem a reforma, o governo terá de cortar despesas sociais e subir impostos. Técnicos da equipe econômica já cogitam negociar para excluir a Previdência do teto de gastos do governo.

O Estado de S.Paulo
Centrão dá ultimato a Temer por reforma ministerial
Deputados do Centrão – bloco formado por partidos como o PP, PR e PTB – deram ultimato ao presidente Michel Temer e ameaçam obstruir votações caso o PSDB, que controla quatro ministérios, continue no governo. Temer avalia a possibilidade de antecipar para janeiro a reforma ministerial prevista para abril, quando candidatos às eleições terão de deixar os cargos. 

Valor Econômico
Temer recua e simplifica reforma da Previdência
Após reuniões com líderes da Câmara e do Senado, o presidente Michel Temer convenceu-se de que não há condições políticas para a aprovação da reforma da Previdência tal como formulada pelo governo. Por isso, passou a discutir a possibilidade de encaminhar ao Congresso uma nova proposta

Jornal do Commercio
Eletrobras separa aliados e junta até antigos rivais
Privatização de estatal põe em discordância aliados como o governador Paulo Câmara e o deputado Jarbas. Também une antigos adversários, como o senador Armando Monteiro e os ministros pernambucanos.