Clique e assine com 88% de desconto

Goleiro Bruno é afastado do Flamengo

Jogador ficará no Rio à disposição das polícias fluminense e mineira

Por Da Redação - 28 jun 2010, 15h36

Desde a última quinta-feira, policiais de Minas e do estado do Rio tentam descobrir o paradeiro de Eliza, ex-amante que teve um filho com Bruno. A criança foi encontrada com a atual mulher do jogador

Afastado do time por determinação da presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, o goleiro Bruno se apresentou ao clube na manhã desta segunda-feira, mas não chegou a treinar. A diretoria do Flamengo decidiu deixar o jogador à disposição das polícias do Rio e de Minas Gerais até que seja esclarecido o desaparecimento da ex-amante do goleiro, Eliza Samudio, 25 anos. “O Flamengo entende que não tem competência para julgar qualquer situação, e tão logo aconteça esse julgamento da Justiça, o Flamengo tomará, com tranquilidade, as medidas cabíveis. Só podemos dizer que ele fica afastado do grupo que vai para Itu, e permanece treinando no Ninho do Urubu”, afirmou Patrícia.

A polícia já tem autorização da Justiça para entrar no sítio do jogador, em Contagem (MG). O chefe do Departamento de Investigação da Polícia Civil de Minas, Edson Moreira, afirmou, no entanto que, por enquanto, o que se investiga é um desaparecimento. Não há data para Bruno ser ouvido. “Ainda não temos provas para ouvir o jogador na condição de suspeito”, disse Moreira. No fim de semana, no entanto, policiais que investigam o caso em Minas afirmaram que há indícios de que Eliza foi assassinada.

Desde a última quinta-feira, policiais de Minas e do estado do Rio tentam descobrir o paradeiro da jovem, que teve um filho com o jogador do Flamengo. A história foi revelada no sábado pelo jornal O Dia. As suspeitas sobre Bruno aumentaram depois que Bruninho, filho do relacionamento extraconjugal do atleta, foi encontrado com Dayane, mulher dele.

Publicidade

No sábado, Dayane chegou a ser autuada por “subtração de incapaz”, mas foi liberada em seguida. A polícia conseguiu descobrir que Bruninho foi levado para o sítio do jogador, em Esmeraldas, na região metropolitana de Belo Horizonte, por um amigo do jogador, conhecido como Macarrão. No domingo, o empresário Luiz Carlos Samudio, pai de Eliza, obteve a custódia de Bruninho e levou o bebê para Foz do Iguaçu. Bruno disse à polícia que há dois meses não tinha contato com Eliza, mas testemunhas contaram à polícia que a jovem ficou hospedada no sítio do jogador.

Publicidade