Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Fim da era Enzo: os nomes preferidos dos brasileiros na década

Miguel foi o nome mais registrado no Brasil entre 2010 e 2020, de acordo com o levantamento da Arpen

Por Da Redação Atualizado em 29 dez 2020, 12h27 - Publicado em 29 dez 2020, 10h59

A turbulenta década de 10 do século XXI vai chegando ao fim e aparentemente marca também o adeus da era Enzo – nome da moda entre as últimas gerações de brasileiros. Levantamento divulgado nesta terça-feira, 29, pela Arpen (Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais), que reuniu dados de todos os 7.660 cartórios de registro civil espalhados pelo país, apontou Miguel como o nome mais popular do Brasil entre 2010 e 2020.

O nome Miguel foi registrado 321.644 vezes nos últimos dez anos e é seguido no pódio por Arthur, com 287.886 certidões, e Davi, com 248.066. Entre os nomes femininos, o mais bem colocado foi Maria Eduarda, em quinto no geral, com 214.250 registros. A Arpen informou que mais de 24 milhões de registros foram realizados no período (confira os rankings abaixo). 

  •  

    Apesar do fim da era Enzo, nota-se uma tendência de preferência por nomes simples e curtos. Os únicos nomes compostos do top 10 geral são Maria Eduarda, em quinto, e Pedro Henrique, em oitavo. Em 2018, os nomes compostos ocupavam cinco colocações do ranking nacional, tendência que se manteve em 2019, quando apareciam nas sete primeiras posições da lista de mais escolhidos.

    No entanto, a escolha por dois nomes segue na moda entre as mulheres, com Maria Clara, Ana Clara e Ana Julia entre as dez mais populares.

    Miguel, o nome campeão, foi o mais escolhido em dez estados, incluindo São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, enquanto Arthur foi o preferido em oito unidades da federação, como Bahia, Pará e Rio Grande do Sul.

    Continua após a publicidade

    Os dois nomes também lideram entre os mais populares de 2020, em lista que inclui ainda nomes curtos como Theo (18.674), Davi (18.623) e Gael (16.667). Entre as mulheres, outro nome simples voltou a ser tendência: em 2020, Helena ocupou a liderança, com 22.166 registros.

    Os 10 nomes mais frequentes na década

    Miguel – 321.644
    Arthur – 287.886
    Davi – 248.066
    Gabriel – 223.899
    Maria Eduarda – 214.250
    Alice – 193.788
    Heitor – 154.237
    Pedro Henrique – 154.232
    Laura – 153.557
    Sophia – 147.579

    Dez nomes masculinos mais frequentes:

    Miguel – 321.644
    Arthur – 287.886
    Davi – 248.066
    Gabriel – 223.899
    Heitor – 154.237
    Pedro Henrique – 154.232
    Bernardo – 143.046
    Samuel – 140.695
    Lucas – 140.683
    Guilherme – 131.634

    Dez nomes femininos mais frequentes:

    Maria Eduarda – 214.250
    Alice – 193.788
    Laura – 153.557
    Sophia – 147.579
    Maria Clara – 140.043
    Julia –  138.675
    Helena – 132.342
    Valentina – 125.813
    Ana Clara – 121.920
    Ana Julia –  110.123

    Continua após a publicidade
    Publicidade