Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fernando Collor: o senador dos milhões

Documentos mostram que Fernando Collor tentou escapar de processo de maneira bizarra: devolvendo parte do dinheiro desviado no petrolão

O senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL) quadruplicou sua fortuna em oito anos de mandato, que subiu de 4,8 milhões de reais para 20,3 milhões de reais, entre 2006 e 2014. Os investigadores da Lava-Jato identificaram que o enriquecimento veloz do senador se deu ao mesmo tempo em que a Petrobras era dilapidada por uma organização criminosa formada por políticos e empresários. Collor é réu no Supremo Tribunal Federal por ter embolsado 29 milhões de reais. A influência de Collor estava na BR Distribuidora, onde nomeou a diretoria. Collor encontrou uma maneira inusitada para tentar escapar do processo. Ele enviou carta à gerente de sua agência bancária em Brasília pedindo o estorno dos depósitos feitos em sua conta corrente pelo doleiro Alberto Youssef. VEJA teve acesso à cópia da carta e de uma tabela que a Polícia Federal encontrou na residência de Collor. Lá, estão registrados projetos da UTC, com cifras ao lado. Collor é acusado de receber entre 15 e 20 milhões da reais em propina para privilegiar a UTC nos contratos com a BR Distribuidora. A reportagem completa está publicada em VEJA dessa semana.

Carta que o senador enviou ao banco:

 

 (Divulgação/Divulgação)

 

Trecho de relatório da Polícia Federal sobre a carta do senador:

 (Divulgação/Divulgação)

Tabela com anotações sobre obras da UTC e valores ao lado, encontrada na casa de Collor:

Tabela encontrada pela PF na casa de Collor

Tabela encontrada pela PF na casa de Collor (Divulgação/)

 

Assine agora o site para ler na íntegra esta reportagem e tenha acesso a todas as edições de VEJA:

Ou adquira a edição desta semana para iOS e Android.
Aproveite: todas as edições de VEJA Digital por 1 mês grátis no Go Read.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Nelson Carvalho

    Será eternamente reeleito. O povão se espelha nele.

    Curtir

  2. Vão prender qdo esse fio duma égua? STF Covarde! Mexam-se, seu palermas!

    Curtir

  3. Quantos bilhões um politico corrupto precisa roubar até que o STF resolva julgar e mandar trancafiar um meliante? Pouca-vergonha esse STF! É um outro que faz alguma coisa, mas o resto é um bando de palermas, uns cagões, ou então fazem parte da ORCRIM, tipo zé beiçola, levando-óski, days tófo, etc.

    Curtir

  4. O povão… DE ALAGOAS… se espelha nele.

    Curtir

  5. Gilberto Mendes

    JUDICIÁRIO leniente, LIXO.

    Curtir

  6. Nelson Marchetto

    Devo dizer, que continuo não vendo meus comentários, apesar de ter sido induzido a assinar o site para ver as matérias, então, sou assinante desde o inicio de Outubro, quede meus comentários!!!

    Curtir