Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Entenda a crise de segurança pública no Espírito Santo

VEJA resume o que levou o caos ao estado - com aumento de mortes, escolas sem aula e lojas fechadas - e o que querem os PMs que se recusam a ir para as ruas

O caos na segurança pública do Espírito Santo, provocado pela falta de policiais militares nas ruas, chegou ao quinto dia, com reflexos no dia a dia da polução do estado, principalmente na região metropolitana de Vitória. As escolas estão sem aula, postos de saúde e outras repartições públicas estão com atendimento comprometido e ao menos 95 assassinatos foram registrados nesse período, número muito acima da média regular no estado, que foi de 3,2 homicídios por dia em 2016.

VEJA resume abaixo a crise na segurança pública do estado, o que querem os policiais militares, o que oferece o governo e o que tem sido feito para amenizar os danos à população.

 

entenda-greve-policiais-espirito-santo

 (/)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Michel Carvalho

    O que se precisa entender é que segurança pública se faz com policiamento, não com lâmpadas. #ForaPSOL

    Curtir

  2. Alex Cardozo

    Num país onde o bandido é protegido é a polícia vista com desconfiança pela população, descaso pelo governo e desrespeito pelos bandidos nem precisa explicar. Viva a esquerda.

    Curtir

  3. Depois que o PT arrasou o país, nada mais me surpreende.

    Curtir

  4. Mauro Esmanhotto

    Mais uma reportagem em que o conteúdo não bate com a chamada. A quem quiser uma resposta mais decente a essa questão, recomendo ler a coluna do Felipe Moura Brasil.

    Curtir

  5. Julio Rodrigues Neto

    O Estado é responsável pela Segurança. Portanto, deve ser cobrado, pela insegurança no País.

    Curtir

  6. Luiz Carlos Porto

    Esse movimento deveria se extender por todo o Brasil e ser o estopim de uma revolução para eliminar de uma vez por todas esses políticos safados, sorrateiros e ladrões. Espero que todas as polícias se juntem ao movimento.

    Curtir

  7. Já passou da hora de acabar com a estabilidade no serviço público. Em todas esferas, federal, estadual e municipal, há excesso de funcionários públicos que só oneram e não produzem nada. Isso compromete os orçamentos e faz com que governantes ajam como no ES, onde quem trabalha como a maioria dos PM, fiquem 7 anos sem reajustes. Além de ter o menor salário do Brasil. No Japão, as categorias mais bem remuneradas são policiais e professores, todos eficientes e respeitados pela sociedade.

    Curtir

  8. Geroldo Zanon

    Nada funciona lá no ESPIRITO SANTO porque tem muitos PETISTAS

    Curtir