Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Dupla faz reféns com arma de brinquedo e poupa padre

Ao dizer que era um sacerdote, homem foi poupado pelos bandidos, que temeram, na visão deles, "cometer um pecado"

Por Da Redação 30 abr 2012, 04h05

Quatro jovens, entre eles duas garotas, de 15 e 17 anos, foram detidos, às 22h30 deste domingo, dentro de uma casa na Rua Jacob Eduardo Toedtli, Vila Guarani, região do Jabaquara, Zona Sul de São Paulo. Armados com uma pistola de brinquedo, o bando fazia reféns uma mulher de 50 anos e a filha, de 17.

As vítimas foram abordadas pelos dois criminosos maiores de idade quando chegavam em casa num Fiat Punto. A dupla circulou pela região com as vítimas, obrigando-as a realizar saques em caixas eletrônicos. No trajeto até os caixas, os bandidos chegaram a abordar pedestres, dos quais foram levados celulares e outros objetos, e um padre, que ocupava um Corolla, na Avenida Washington Luís, próximo ao Shopping Interlagos. Ao dizer que era padre o homem foi poupado pelos bandidos, que temeram, na visão deles, “cometer um pecado caso assaltassem o religioso”.

Fora do alcance visual da dupla, o padre ligou para o 190, acionando a Polícia Militar e fornecendo a placa do Fiat. PMs do 3º Batalhão localizaram a casa das vítimas e, quando chegaram no local, encontraram o carro na garagem. A intenção dos criminosos era assaltar o imóvel. A mulher foi ao portão, atendeu aos PMs e conseguiu relatar o ocorrido.

O reforço da PM foi acionado e o imóvel, cercado. Além dos dois assaltantes e das duas vítimas, estavam na casa as duas adolescentes, que teriam pego uma “carona” no Fiat quando os comparsas voltavam para a residência depois de realizar os saques e os assaltos. O quarteto foi detido e encaminhado para o 16º Distrito Policial (Vila Clementino). Os dois maiores de idade já tinham passagem pela polícia.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade
Publicidade