Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Diamante de 45 milhões de euros é roubado em Paris

Pedra preciosa pertence a Marie-Madeleine Dioubaté, ex-candidata à Presidência da Guiné em 2015

A ex-candidata ecologista à presidência de Guiné Marie-Madeleine Dioubaté denunciou à polícia de Paris o roubo de um diamante avaliado em 45 milhões de euros, o equivalente a 204 milhões de reais, nesta quinta-feira, 23.

Segundo fontes da polícia francesa, os suspeitos são dois homens, que se fizeram passar por russos, com quem Dioubaté se reunira para avaliar a pedra preciosa na segunda-feira 20 no Hotel Warwick. Eles emitiram um certificado do valor do diamante em 45 milhões de euros e devolveram a Dioubaté uma pedra falsa.

Quando ela percebeu substituição, dois dias depois, os dois homens puderam ser contatados. Marie-Madeleine Dioubaté apresentou sua denúncia à justiça.

Ao falar sobre o valor real do diamante, uma fonte policial disse que, “no momento, tudo se resume a afirmações”.

Marie-Madeleine Dioubaté, do Partido Ecologista de Guiné, foi a única mulher candidata à presidência no pleito de 2015, vencido pelo presidente Alpha Condé.

(Com Estadão Conteúdo)