Clique e assine a partir de 8,90/mês

Cristian Cravinhos é preso por porte de arma e acusação de suborno

Um dos condenados pela morte do casal von Richthofen ofereceu R$ 1 mil aos policiais para ser liberado

Por Estadão Conteúdo - Atualizado em 18 abr 2018, 15h12 - Publicado em 18 abr 2018, 08h08

Um dos irmãos condenados pela morte do casal Von Richthofen, Cristian Cravinhos foi preso, na madrugada desta quarta-feira, suspeito de agressão a uma mulher e porte de arma de fogo, e ainda por acusação de subornar policiais, em Sorocaba, cidade do interior de São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, uma equipe foi acionada para atender a uma denúncia de briga de casal e, quando abordou o homem, ele se apresentou como “um dos irmãos Cravinhos”. Numa busca, os policiais teriam encontrado uma arma.

Conforme o relato apresentado à Polícia Civil, Cristian ofereceu mil reais para ser liberado. Afirmou ainda que seu irmão, Daniel Cravinhos, viria de São Paulo com mais 2.000 reais para entregar aos policiais. Ainda segundo os policiais, ele disse que não queria voltar à prisão.

Após o flagrante, Cristian foi levado a uma cela do 4º Distrito Policial. A mulher que estava com ele foi liberada.

Os irmãos Cravinhos foram condenados, junto com Suzane von Richthofen, pelo assassinato dos pais dela, Manfred e Marísia Richthofen, em 2002, em São Paulo. Na época, Daniel era namorado de Suzane.

Cristian foi sentenciado a 38 anos e seis meses em regime fechado, mas deixou a prisão em agosto de 2017, após ser autorizado pela Justiça a cumprir o restante da pena em liberdade.

Continua após a publicidade
Publicidade