Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
VEJA Recomenda Por Coluna Os principais lançamentos da música, do cinema, da literatura e da produção infanto-juvenil, além da TV, comentados pelo time de VEJA

‘Olhos que Condenam’: a injustiça em sua forma mais cruel (e real)

Caso de cinco adolescentes condenados erroneamente por estupro de jovem é tema de minissérie da Netflix

Por Redação 31 Maio 2019, 07h00

(Disponível na Netflix) Em 1989, cinco adolescentes negros e latinos foram incriminados pelo estupro de uma jovem em Nova York. Interrogados de forma brutal pela polícia e acusados sem prova material nem testemunhas que os identificassem, os rapazes, com idade entre 14 e 16 anos, foram condenados injustamente: os mais jovens cumpriram pena na detenção juvenil enquanto o mais velho passou quase catorze anos na prisão comum até provar sua inocência. A história real é tema da minissérie em quatro episódios escrita e dirigida por Ava DuVernay, do filme Selma — Uma Luta pela Igualdade e do documentário A 13ª Emenda. Às vezes crua na exposição da luta das agruras que os garotos vivem no sistema prisional americano, a série também tem seus momentos mais sentimentais, sobretudo nas cenas de tribunal e no retrato das famílias devastadas pelo caso.

https://www.youtube.com/watch?v=InMokMK3ji4

Publicidade