Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
VEJA Gente Por Cleo Guimarães Notícias sobre as pessoas mais influentes do mundo do entretenimento, das artes e dos negócios

Marcos Pasquim, o galã do motocross

Ele estará em 'Tração', longa de ação nacional que contará a história de um grupo de atletas que praticam a modalidade

Por João Batista Jr. Atualizado em 28 ago 2020, 11h12 - Publicado em 28 ago 2020, 06h00

Quando Marcos Pasquim tinha 9 anos, seu pai comprou uma moto e fez um trato com ele: o garoto teria lições de como pilotar se lavasse a máquina possante. “Ele era muito metódico. Fiquei um fim de semana inteiro aprendendo apenas a ligar a moto”, relembra o ator. Aos 51 anos, Pasquim ainda faz jus à fama de galã e garante que a fórmula é simples: boa alimentação aliada a exercícios físicos. A disposição lhe garantiu destaque em Tração, longa de ação nacional que contará a história de um grupo de atletas que praticam motocross. “Eu amo andar de moto, é uma diversão, mas não sei saltar da motocicleta. As aulas estão sendo um sufoco”, diz. Quanto à chegada da fase tiozão, ele tira de letra: “Quero ter rugas para fazer papéis diferentes”.

Publicado em VEJA de 2 de setembro de 2020, edição nº 2702

  • Publicidade