Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

Michael Tolan (1925-2011)

Ator de teatro, cinema e TV, Michael Tolan faleceu no dia 31 de janeiro, aos 85 anos, vítima de problemas cardíacos e falha renal. Nascido Seymour Tuchow no dia 27 de novembro de 1925, em Detroit, Michigan, mudou-se para Nova Iorque onde começou a estudar arte dramática com Stella Adler. Mais tarde, completou seus estudos […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 16h29 - Publicado em 5 fev 2011, 17h08

Ator de teatro, cinema e TV, Michael Tolan faleceu no dia 31 de janeiro, aos 85 anos, vítima de problemas cardíacos e falha renal.

Nascido Seymour Tuchow no dia 27 de novembro de 1925, em Detroit, Michigan, mudou-se para Nova Iorque onde começou a estudar arte dramática com Stella Adler. Mais tarde, completou seus estudos na Stanford University.

Inicialmente utilizando o nome de Lawrence Tolan, o ator estreou no cinema em 1951 com o filme “Um Preço para Cada Crime”, com Humphrey Bogart.  Mais tarde, ao chegar na TV na metade da década, já se apresentava com o nome de Michael Tolan.

Teve participações em teleteatros como “Studio One” e “Omnibus”, além de episódios de séries como “Decoy”, “Cidade Nua”, “Quinta Dimensão”, “Rota 66″, “As Enfermeiras”, “Tarzan”, “Ratos do Deserto”, “Enigma”, “Mannix”, “Os Invasores”, “Missão: Impossível”, “Dan August”, “Toma”, “FBI”, “Centro Médico”, “Cannon”, “Barnaby Jones”, “Mary Tyler Moore”, “O Casal McMillan”, “Kojak”, “Assassinato por Escrito” e “Lei & Ordem”.

Entre 1970 e 1971 esteve no elenco da série “The Bold Ones”. No cinema esteve em “A Maior História de Todos os Tempos”, “John & Mary”, “O Show Deve Continuar”, “Acima de Qualquer Suspeita” e  “A Estranha Perfeita”.

Desde a década de 1980, Tolan vinha se dedicando mais aos trabalhos no teatro. Em parceria com Wynn Handman e Sidney Lanier, fundou em 1963 o American Place Theatre, teatro off-Broadway que se tornaria ponto de referência para autores e atores iniciantes, entre eles Ellen Barkin, Faye Dunaway e Morgan Freeman.

O ator foi casado duas vezes, a primeira com Carol Hume, com quem teve duas filhas, Jenny e Emilie; a segunda com a atriz Rosemary Forsyth, entre 1965 e 1975, com quem teve uma filha, Alexandra. Nos últimos anos, o ator vivia com Donna Peck.

Continua após a publicidade
Publicidade