Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Nova Temporada Por Fernanda Furquim Este é um espaço dedicado às séries e minisséries produzidas para a televisão. Traz informações, comentários e curiosidades sobre produções de todas as épocas.

A Quarta Temporada de Damages

As filmagens da quarta temporada de “Damages” têm previsão de início para este mês de fevereiro. Produzida entre 2007 e 2010, a série cancelada pelo FX foi resgatada pela DirecTV, que garantiu mais duas temporadas. Ainda não há informações se a produção de “Damages” conseguirá cumprir com a agenda programada. Até o final de janeiro, […]

Por Fernanda Furquim Atualizado em 1 dez 2016, 17h41 - Publicado em 3 fev 2011, 12h02

As filmagens da quarta temporada de “Damages” têm previsão de início para este mês de fevereiro. Produzida entre 2007 e 2010, a série cancelada pelo FX foi resgatada pela DirecTV, que garantiu mais duas temporadas.

Ainda não há informações se a produção de “Damages” conseguirá cumprir com a agenda programada. Até o final de janeiro, Glenn Close estava na Irlanda filmando “Albert Nobbs“, versão cinematográfica da peça de mesmo nome. Faz dez anos que a atriz sonha em levar a história para as telas de cinema. Em 2010, ela finalmente conseguiu colocar em prática seus planos.

No entanto, Glenn, produtora, co-roteirista e atriz principal do filme, precisou adiar o início da produção. Após várias mudanças de datas, as filmagens deveriam ter iniciado em julho de 2010, mas sofreu novo atraso. Os atores Orlando Bloom e Amanda Seyfried (Big Love) deixaram o elenco sendo substituídos por Aaron Johnson e Mia Wasikowska (InTreatment). Assim, as filmagens somente tiveram início em dezembro.

A produção da quarta temporada de “Damages” deverá ter início quando Glenn estiver disponível. Tal qual ocorreu nas temporadas passadas, a série apresentará uma trama ficcional com base em fatos ou pessoas reais.

A primeira temporada, que apresentava a luta de funcionários de uma empresa falida para receberem indenização do proprietário da empresa, teve como base um escândalo ocorrido em 2001 que envolveu a empresa de energia Enron, localizada no Texas. Acusada de fraudar os lucros da empresa ao longo de seis anos, foi processada por seus funcionários quando pediu falência.

Na segunda temporada, vimos a relação da indústria com os problemas do meio ambiente, que teve como referência vários casos que ainda estão em andamento nos EUA. A história da terceira girou em torno de um esquema de pirâmide aplicado por um empresário e filantropo com base no caso de Bernard Madoff, ocorrido em 2009.

Continua após a publicidade

Agora, na quarta temporada, “Damages” traz uma trama que faz referência às atividades da empresa Blackwater no Iraque. Fundada em 1997, a empresa particular tem o objetivo de treinar ex-militares e civis para serviços de segurança. Contratada pelo governo, sem passar por qualquer licitação pública, a Blackwater recebeu cerca de 1 bilhão de dólares para atuar durante a guerra oferecendo segurança a oficiais, diplomatas e instalações, incluindo a Embaixada Americana.

Apontada como mercenária, a Blackwater foi notícia entre 2004 e 2009, quando documentos revelaram que a empresa estava envolvida em quase 200 casos de corrupção e abuso de poder, incluindo o massacre a civis ocorrido em uma praça de Bagdá em setembro de 2007, que resultou na morte de 17 iraquianos e mais de 20 feridos. Vários processos foram abertos contra a Blackwater, que mudou seu nome para Xe.

Em 2007, o jornalista investigativo Jeremy Scahill publicou o livro “Blackwater: The Rise of the World’s Most Powerful Mercenary Army“, que detalha as atividades da empresa no Iraque.

Na quarta temporada de “Damages”, os roteiristas criaram uma empresa privada ficcional que tem contrato com o governo para oferecer segurança em zona de guerra. A temporada inicia quando Patty Hewes (Glenn Close) abre um processo contra um de seus diretores (John Goodman, de “Treme”), ex-oficial da marinha, acusado de corrupção e morte por negligência ocorrida em zona de guerra.

Um dos agentes da empresa é um velho amigo de Ellen Parsons (Rose Byrne). Soldado condecorado (Chris Messina), ele foi recrutado para trabalhar como segurança no Afeganistão. Quando as investigações relacionadas ao processo têm início, ele se vê envolvido em uma emaranhada rede de intrigas que inclui um oportunista (Dylan Baker) com relações com o Oriente Médio, que se torna essencial para o caso.

Segundo o produtor Glenn Kessler em entrevista para o jornal USA Today, a DirecTV vem encorajando a equipe de roteiristas a se aprofundarem no desenvolvimento da história, indo muito mais além do que foram nas temporadas anteriores.

O orçamento é menor; por isso, o número de episódios foi reduzido. As temporadas anteriores tiveram 13 episódios e a quarta terá 10. Por outro lado, enquanto que no FX cada episódio tinha a duração média de 43 minutos, com a DirecTV, que exibirá a série sem intervalos comerciais, cada episódio deverá ter uma hora de duração.

O objetivo é engrandecer a série em seu conteúdo, tornando-a mais importante do que era quando exibida pelo FX americano. A previsão de estreia é para o mês de julho nos EUA.

Continua após a publicidade
Publicidade