Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Cápsula do tempo’ encontrada em sede do Exército é restaurada

Documentos de quase cem anos foram enterrados para marcar data do início de construção

Uma “cápsula do tempo” contendo documentos históricos foi enterrada por militares há quase cem anos. A caixa de metal foi enterrada em 3 de abril de 1922, no terreno da sede do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (3º GAAAe) de Caxias do Sul, para marcar a data da colocação da pedra fundamental da construção do quartel do Exército.

O material foi descoberto praticamente um século depois, quando o cabo Glauber Tiago Dal Paz encontrou, em um livro, uma referência à localização da cápsula. Ele estava pesquisando material para resgatar dados sobre o centenário do 3º GAAAe.

Na última segunda-feira, 10, o conteúdo da cápsula que passou por restauração foi devolvido ao Exército. A restauração foi feita pelo Instituto Memória Histórica e Cultural (IMHC) da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

Conforme a universidade, a cápsula continha uma ata da solenidade, um exemplar do jornal O Brasil, de Caxias do Sul, um exemplar do jornal A Federação, de Porto Alegre, ambos de de 1º de abril de 1922, quatro moedas de réis e um relatório da construtora responsável.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s