Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Rio Grande do Sul Por Veja correspondentes Política, negócios, urbanismo e outros temas e personagens gaúchos. Por Paula Sperb, de Porto Alegre

‘Cápsula do tempo’ encontrada em sede do Exército é restaurada

Documentos de quase cem anos foram enterrados para marcar data do início de construção

Por Paula Sperb 12 dez 2018, 18h44

Uma “cápsula do tempo” contendo documentos históricos foi enterrada por militares há quase cem anos. A caixa de metal foi enterrada em 3 de abril de 1922, no terreno da sede do 3º Grupo de Artilharia Antiaérea (3º GAAAe) de Caxias do Sul, para marcar a data da colocação da pedra fundamental da construção do quartel do Exército.

O material foi descoberto praticamente um século depois, quando o cabo Glauber Tiago Dal Paz encontrou, em um livro, uma referência à localização da cápsula. Ele estava pesquisando material para resgatar dados sobre o centenário do 3º GAAAe.

  • Na última segunda-feira, 10, o conteúdo da cápsula que passou por restauração foi devolvido ao Exército. A restauração foi feita pelo Instituto Memória Histórica e Cultural (IMHC) da Universidade de Caxias do Sul (UCS).

    Conforme a universidade, a cápsula continha uma ata da solenidade, um exemplar do jornal O Brasil, de Caxias do Sul, um exemplar do jornal A Federação, de Porto Alegre, ambos de de 1º de abril de 1922, quatro moedas de réis e um relatório da construtora responsável.

    Continua após a publicidade
    Publicidade