Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Ricardo Rangel

Todas as vítimas do presidente

É curioso como homens experientes se deixam enganar facilmente por Bolsonaro

Por Ricardo Rangel Atualizado em 24 fev 2021, 10h22 - Publicado em 23 fev 2021, 14h43

Roberto Castello Branco está sendo escorraçado da Petrobras. Rubem Novaes percebeu a roubada em que havia se metido, e escapou do Banco do Brasil discretamente. Paulo Uebel abandonou a Secretaria da Desburocratização quando finalmente entendeu que não haveria reforma administrativa, e agora dá entrevistas espinafrando o presidente. Paulo Guedes está escondido em algum buraco negro, onde permanece silencioso como um túmulo.

Esses são os homens que formularam o programa econômico de Bolsonaro. Acreditaram que o candidato mais antiliberal dos últimos 40 anos lhes permitiria realizar sua agenda ultraliberal.

São homens experientes e inteligentes: como se deixaram ludibriar por alguém tão primário quanto Bolsonaro? Vaidade? Sede de poder? Seja por que motivo for, o rio corre para o mar, e Bolsonaro, conforme esperado, os traiu — assim como fez com Bebianno, Santos Cruz e tantos mais.

Antes de lamentar sua sorte, entretanto, é bom lembrar que, antes de se tornarem vítimas de Bolsonaro, foram seus parceiros, Contribuíram  diretamente para a eleição do pior presidente de nossa história, e, durante dois anos, legitimaram um governo que tem por projeto a destruição da democracia (Guedes, pelo jeito, vai legitimá-lo até o amargo fim).

Continua após a publicidade
Publicidade