Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Dossiê fajuto 2: o que faz o ex-braço direito (e esquerdo) de Mercadante

Rubens Valente, da Folha, conseguiu falar com Hamilton Lacerda. Lembram-se dele? É o assessor de Aloizio Mercadante que, segundo a PF, carregava a dinheirama para pagar o dossiê fajuto. O senador, como é o habitual no partido, não sabia de nada. Lacerda não está mais filiado ao PT e diz nada ter mais a ver […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 20h24 - Publicado em 16 set 2007, 07h11
Rubens Valente, da Folha, conseguiu falar com Hamilton Lacerda. Lembram-se dele? É o assessor de Aloizio Mercadante que, segundo a PF, carregava a dinheirama para pagar o dossiê fajuto. O senador, como é o habitual no partido, não sabia de nada. Lacerda não está mais filiado ao PT e diz nada ter mais a ver com o partido, embora a sua mulher seja a vice-presidente da legenda em São Caetano. Seus próprios correligionários afirmam que ele tem influência não apenas na direção municipal, como também na regional e na nacional. E ele? Diz que se dedica apenas a tocar a imobiliária da família e a dar aula na Unicastelo. Eu não sei o que é isso, mas imagino. Deve estar cheia de bolsa do ProUni, né? Ele comentou o processo. Assim: “A Polícia Federal pediu indiciamento e esse troço está entre a Procuradoria [da República] e a Justiça de Cuiabá, eu não sei, entendeu? Agora, eu estou com todos os meus direitos garantidos, os meus advogados não me deram nenhuma notícia, está tudo ok, parado, entendeu?”

Sim, claro. Nós entendemos. Uma observação interessante. Reparem no que diz Lacerda e no que disse ontem:

Lacerda: “As pessoas aqui sabem quem eu sou e quem eu era”.
Lula: “O povo me conhece bem. Se tem alguém que me conhece no Brasil é o povo brasileiro”.

Como se vê, não importa a personagem, o mal original é um só: o PT.
Leia mais aqui

Publicidade