Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Reinaldo Azevedo Por Blog Blog do jornalista Reinaldo Azevedo: política, governo, PT, imprensa e cultura

Dirceu tem motivos para ficar preocupado

Ao condenar Kátia Rabello também por lavagem de dinheiro (ela já foi condenada por 10 a zero por gestão fraudulenta), Joaquim Barbosa voltou a lembrar dos encontros mantidos entre a dona do Banco Rural e o então ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu — encontros estes intermediados por Marcos Valério. A um deles, calculem!, o […]

Por Reinaldo Azevedo Atualizado em 31 jul 2020, 07h55 - Publicado em 10 set 2012, 19h08

Ao condenar Kátia Rabello também por lavagem de dinheiro (ela já foi condenada por 10 a zero por gestão fraudulenta), Joaquim Barbosa voltou a lembrar dos encontros mantidos entre a dona do Banco Rural e o então ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu — encontros estes intermediados por Marcos Valério. A um deles, calculem!, o publicitário estava presente.

As relações entre a banqueira e Dirceu foram fartamente citadas pelos ministros do Capítulo V da denúncia, que trata da gestão fraudulenta do Rural.

O voto fatiado tem a virtude de impedir malabarismos intelectuais. Admitida a responsabilidade de alguns réus num crime, fica praticamente impossível não admitir no outro. Afinal, a lavagem de dinheiro era, por assim dizer, o objetivo que se pretendia alcançar com a gestão fraudulenta.

Publicidade