Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Temer tem mais o que fazer do que acompanhar leitura do relatório

Enquanto Bonifácio de Andrada apresenta seu parecer, presidente continua recebendo aliados

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 10 out 2017, 16h39 - Publicado em 10 out 2017, 16h00

O mundo político estará vidrado na leitura do relatório de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) sobre a denúncia contra Michel Temer, prevista para daqui a pouco, menos o principal interessado.

O presidente tem outra prioridade, aliás, seu único foco de ação desde a semana passada: receber aliados e pedir votos para se salvar no Congresso.

Entre uma audiência e outra, lógico, Temer espiará pela televisão o que se passa na CCJ da Câmara, onde Andrada apresentarseu parecer, mas não conseguirá acompanhar a sessão atentamente.

A agenda, inclusive, revela um presidente pragmático, como não poderia deixar de ser.

Hoje, ele recebeu os senadores Ivo Cassol (PP-RO) e Telmário Mota (PTB-RR) desafetos declarados dos aliados Valdir Raupp (PMDB-RO) e Romero Jucá (PMDB-RR).

Vale tudo para escapar da cassação.

Continua após a publicidade
Publicidade