Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Siemens demite presidente

De modo surpreendente, a gigante alemã  Siemens demitiu  o seu presidente no Brasil desde 2001, Adilson Primo, um dos executivos há mais tempo no comando de uma subsidiária de multinacional.  Primo sai sob acusações pesadas. A  Siemens, que faturou 4,9 bilhões de reais em 2010, está investigando “uma grave contravenção” ocorrida na subsidiária brasileira há […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 10h31 - Publicado em 11 out 2011, 13h59

Adilson Primo deixa a presidência da Siemens

De modo surpreendente, a gigante alemã  Siemens demitiu  o seu presidente no Brasil desde 2001, Adilson Primo, um dos executivos há mais tempo no comando de uma subsidiária de multinacional.  Primo sai sob acusações pesadas. A  Siemens, que faturou 4,9 bilhões de reais em 2010, está investigando “uma grave contravenção” ocorrida na subsidiária brasileira há cerca de cinco anos. A suspeita é de que Primo teria desviado dinheiro da empresa para sua conta-corrente.

Para o lugar de Adilson Primo, irá  Paulo Ricardo Stark, 42 anos,  que  foi nos últimos anos um dos diretores da matriz da Siemens. No Brasil, há mais de um século, a Siemens possui 10 000 empregados e trezes fábricas no país.

Publicidade