Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sem embaixador

Seis meses depois do imbróglio envolvendo a saída do senador Roger Molina da Bolívia, o Brasil continua sem embaixador no país de Evo Morales. O diplomata Pereira Pinto, já designado como embaixador na Guatemala, mantém-se na representação como encarregado de negócios para tapar um buraco.

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 04h21 - Publicado em 28 fev 2014, 07h04
Visita à Polícia Federal

Pivô de crise diplomática

Seis meses depois do imbróglio envolvendo a saída do senador Roger Molina da Bolívia, o Brasil continua sem embaixador no país de Evo Morales.

O diplomata Pereira Pinto, já designado como embaixador na Guatemala, mantém-se na representação como encarregado de negócios para tapar um buraco.

Publicidade