Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Sarney vê risco de o Brasil sofrer com ‘Covid da democracia’

Sem citar Jair Bolsonaro, ex-presidente avalia que Brasil sofre com ‘anarcopopulismo que mantém constantemente o país em instabilidade institucional’

Por Robson Bonin Atualizado em 5 ago 2021, 09h53 - Publicado em 5 ago 2021, 08h29

O ex-presidente José Sarney avalia, em artigo ao Jornal O Estado do Maranhão, que o Brasil sofre no momento de um “anarcopopulismo” que, na visão dele, “mantém constantemente instabilidade institucional” no país e leva o Brasil, assim como outros países com desigualdades sociais e líderes populistas, a serem chamados de “país de cucarachas ou repúblicas de bananas”.

Lembrando a tentativa de golpe nos Estados Unidos, empregada por seguidores de Donald Trump na invasão do Capitólio, em janeiro, o ex-presidente faz um alerta para que os brasileiros fiquem atentos ao avanço de fake news e aos riscos do que chama de “Covid da democracia”.

LEIA TAMBÉM: Empresários se unem para dizer que não vão aceitar aventuras autoritárias

“A internet trouxe uma mudança fantástica à humanidade. Primeiro, matou a verdade, não se sabe onde ela está. São tantas versões que não se sabe mais qual é a verdadeira. Deus quis que a resistência ao golpe não se tenha tornado uma fake news, porque, se os Estados Unidos estivessem vulneráveis, como queria o Trump, ninguém poderia dormir tranquilo”, diz Sarney.

“Neste momento em que o mundo vive tantas crises, não podemos aceitar mais uma, tão danosa quanto a da Covid-19, a Covid da democracia. A primeira ameaça a vida, e a segunda, a liberdade. Valha-nos Deus”, segue o ex-presidente.

Continua após a publicidade

Publicidade