Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Rumo aos 1000 templos

O televangelista Silas Malafaia está sedento. Sua meta é implantar, nos próximos cinco anos, 1000 templos pelo Brasil afora. Hoje, ele comanda 97 igrejas. O plano só será possível porque o pastor deixou, há duas semanas, a vice-presidência da Convenção-Geral das Assembleias de Deus no Brasil, que congrega 60% dos pastores da denominação. Malafaia saiu […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 15h08 - Publicado em 5 jun 2010, 02h13

Sem amarras – Silas Malafaia deixou a vice-presidência da Convenção das Assembleias de Deus e pode expandir seus domínios livremente

O televangelista Silas Malafaia está sedento. Sua meta é implantar, nos próximos cinco anos, 1000 templos pelo Brasil afora. Hoje, ele comanda 97 igrejas. O plano só será possível porque o pastor deixou, há duas semanas, a vice-presidência da Convenção-Geral das Assembleias de Deus no Brasil, que congrega 60% dos pastores da denominação. Malafaia saiu afirmando que a direção se tornara um “caso de polícia”. Na semana passada, o tesoureiro fez o mesmo, dizendo haver “tremendas irregularidades”. Se as acusações forem comprovadas, será um ganho duplo para Malafaia: ele ficará livre dos problemas e também das amarras que a organização impõe à criação de templos em áreas de outros pastores.

Leia outras notas na edição impressa da coluna

Publicidade