Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

‘Qualquer nome que eu escolha, vocês vão bater’, reclama Bolsonaro

Em live, presidente defende escolha de Kássio Nunes Marques para o STF e diz que nomeia 'cara do PSOL' para universidades

Por Mariana Muniz Atualizado em 8 out 2020, 21h46 - Publicado em 8 out 2020, 21h43

O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quinta-feira a indicação do desembargador federal Kássio Nunes Marques para o STF — alvo de críticas nas redes sociais por ter sido indicado para o TRF1 pelo PT — e disse que “qualquer nome” que ele escolha será alvo de críticas.

Disse o presidente: “Lista tríplice. Vai chegar para mim no final do ano uma lista tríplice para o STJ e essa lista vai ser feita pela OAB. É a OAB que vai fazer a lista. Qualquer nome que eu escolha, vocês vão bater. Colocou um petista no STJ!”.

Como exemplo de que é criticado injustamente, Bolsonaro citou as nomeações dos reitores das universidades federais, que por lei devem ser escolhidos de uma listra tríplice elaborada pelas instituições.

“Vejam os reitores! Eu tô indicando cara do PC do B, tem faculdade que eu tô indicando cara do PSOL, é só olhar o Diário Oficial. Chega a lista tríplice para mim e chegam três do Psol, um do PC do B, outro do PT, e às vezes o menos pior é o do PSOL. E daí? Quer que eu faça o que?”, reclamou.

Continua após a publicidade
Publicidade