Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PGR mira possível atuação irregular da Lava-Jato na ‘deep web’

Corregedoria do MPF tem diferentes linhas de apuração contra a força-tarefa

Por Robson Bonin Atualizado em 3 ago 2020, 11h17 - Publicado em 3 ago 2020, 08h30

Uma das frentes de investigação em curso na Corregedoria da PGR é se integrantes da força-tarefa de Curitiba usaram a deep web para procedimentos irregulares nas investigações. Há outras linhas no órgão contra a força-tarefa.

ATUALIZAÇÃO, 11h17 — A força-tarefa da Lava-Jato em Curitiba enviou ao Radar a seguinte manifestação: “A força-tarefa esclarece que a suposição da fonte da matéria é falsa e irresponsável, tendo por objetivo e efeito manchar, sem qualquer fundamento, a credibilidade dos trabalhos do Ministério Público Federal. Não há qualquer sombra de fato concreto ou prova que embase sequer a cogitação de uso da ‘deep web’ pelos procuradores”.

ASSINE VEJA

Os 10 fazendeiros que mais desmatam a Amazônia Leia em VEJA: Levantamento exclusivo revela os campeões da destruição. Mais: as mudanças do cotidiano na vida pós-pandemia
Clique e Assine
Publicidade