Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Após dinheiro na cueca, PF desmonta outro esquema da saúde em Roraima

Investigação atinge um empresário, um ex-parlamentar federal e um procurador do estado

Por Evandro Éboli - Atualizado em 16 out 2020, 14h41 - Publicado em 16 out 2020, 14h40

Desvios de dinheiro público da saúde em Roraima  não começaram agora com a pandemia.

Essa chaga não é de hoje.

A Polícia Federal foi para as ruas nesta sexta, em Boa Vista, e desarticulou um grupo criminoso acusado de atuar em fraudes em licitações e desvios outros.

O inquérito revela fraudes superiores a  14 milhões de reais em contratos da Secretaria de Saúde do estado, no período entre agosto de 2017 e abril de 2019.

Um empresário, um ex-parlamentar federal e um procurador do estado estão envolvidos.

As investigações indicaram propinas seriam distribuídas para viabilizar os pagamentos de faturas, permitir a renovação de contratos e garantir o atesto fraudulento de recebimento de refeições destinadas aos hospitais da rede pública.

Os agentes da PF cumpriram 4 mandados de busca e apreensão, expedidos pela 4ª Vara Federal de Roraima.

A operação foi batizada de “Godfather”, alusão ao “O poderoso chefão”.

 

Continua após a publicidade
Publicidade