Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Pesquisa reflete angústia do empresariado com atraso da reforma tributária

Para 55,3% dos participantes, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, tem condições de ser o fiador das reformas necessárias

Por Robson Bonin Atualizado em 8 abr 2021, 19h23 - Publicado em 12 abr 2021, 08h30

A reforma mais urgente a ser feita pelo Congresso durante o mandato de Jair Bolsonaro é a tributária. Essa é a opinião da maioria dos empresários ouvidos numa pesquisa com representantes de todo o país. A segunda mais importante seria a reforma política.

Para 55,3% dos participantes, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, tem condições de ser o fiador das reformas necessárias.

Também estão entre as sugestões sobre o que Lira poderia fazer, à frente da Câmara, para facilitar a atuação dos empresários brasileiros, o combate à corrupção, a ampliação de linhas de crédito para o setor e o apoio às pautas relacionadas às micro e pequenas empresas.

O levantamento, realizado pela in.Pacto Comunicação Corporativa e Digital, agência de Brasília, entre fevereiro e março, envolveu 300 integrantes de pequenas, médias e grandes empresas de todas as regiões do Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade