Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Outro porém

Não é só a contrariedade de Fernanda Venturini que segura o PSDB a trabalhar mais incisivamente para pôr a candidatura de Bernardinho ao governo do Rio de Janeiro na rua (Leia mais em: As mulheres). O fato de o Banco do Brasil ser o principal patrocinador do vôlei brasileiro é tratado no partido como um […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 05h01 - Publicado em 11 nov 2013, 08h41
Sem pressa

Sem pressa

Não é só a contrariedade de Fernanda Venturini que segura o PSDB a trabalhar mais incisivamente para pôr a candidatura de Bernardinho ao governo do Rio de Janeiro na rua (Leia mais em: As mulheres).

O fato de o Banco do Brasil ser o principal patrocinador do vôlei brasileiro é tratado no partido como um aspecto delicado do jogo.

Se Bernardinho de fato aceitar a empreitada, os tucanos não terão pressa: a avaliação é que não há por que precipitar o constrangimento de um dos maiores símbolos do vôlei estar declaradamente na quadra oposta à da instituição que financia a modalidade.

Ou seja, acertados os ponteiros com Bernardinho, a candidatura só seria anunciada na reta final da pré-campanha.

Continua após a publicidade

Publicidade