Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

OAB vai ao STF para derrubar MP de Bolsonaro que muda a regra das redes

Medida dificulta retirada de conteúdos mentirosos e limita o poder das empresas de excluírem perfis que disseminem fake news

Por Lucas Vettorazzo 13 set 2021, 10h43

A OAB entrou nesta segunda com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF para derrubar a MP editada na semana passada por Jair Bolsonaro que torna mais difícil a retirada de conteúdo mentiroso das redes sociais e limita o poder das empresas de excluírem perfis que disseminam fake news. 

A MP, criada sob medida por Bolsonaro para proteger sua base de apoio que foi às ruas no feriado de 7 de Setembro, modifica o Marco Civil da Internet, aprovado em 2014 no país.

Segundo a Ordem, a medida é inconstitucional porque não preenche os requisitos para tal. Além disso, ela viola a livre iniciativa e a livre concorrência, já que as empresas que controlam as redes sociais têm suas políticas próprias de conteúdo que as permite moderar o que é publicado nas plataformas. 

Ainda de acordo com a OAB, a MP nada tem a ver com garantia de liberdade de expressão, como argumentam os bolsonaristas. Ela, diz a entidade, “equivale a dar um salvo conduto para disseminar mentiras, discursos de ódio e ataques à democracia”. 

Continua após a publicidade
Publicidade