Clique e assine a partir de 8,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ministério da Saúde vai comprar doses da vacina chinesa

Vacina contra a covid-19 é desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan, em São Paulo

Por Mariana Muniz - Atualizado em 16 out 2020, 09h03 - Publicado em 16 out 2020, 06h03

O Ministério da Saúde vai colocar recursos para comprar doses da vacina contra a covid-19 desenvolvida em São Paulo em parceria com o laboratório chinês Sinovac. O plano é distribuir a CoronaVac a todo o país.

“A ideia do ministro Eduardo Pazuello é comprar a vacina produzida pelo Instituto Butantan tão logo tenha o aval da Anvisa”, disse ao Radar o deputado federal Luiz Antonio Teixeira (PP), que preside a comissão externa da Câmara de enfrentamento à pandemia.

Nesta quinta-feira, o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (Conass) cobrou do governo o compromisso de inclusão da vacina de São Paulo no Programa Nacional de Imunizações. 

Na próxima semana, o governador de São Paulo, João Doria, vai ao ministério conversar com Pazuello. Como o Radar mostrou recentemente, os governadores chegaram a avaliar a criação de um consórcio para levar a vacina chinesa a todo o país, mesmo sem ajuda do governo federal. O cenário, pelo visto, mudou. O compromisso está marcado para o dia 21.

Continua após a publicidade
Publicidade