Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula pede desculpas por ter comemorado a chegada do coronavírus

‘Usei uma frase totalmente infeliz. E a palavra desculpa foi feita pra gente usar com muita humildade’, disse o petista

Por Robson Bonin Atualizado em 20 Maio 2020, 15h35 - Publicado em 20 Maio 2020, 15h31

Os petistas ficaram indignados quando o Radar revelou nesta terça-feira a comemoração de Lula em relação aos efeitos do coronavírus na agenda liberal de Paulo Guedes no governo de Jair Bolsonaro. Ignorando o português e o significado dos termos utilizados por Lula, a turma voltou a atacar o mensageiro quando era a mensagem — no caso, o desprezo do petista pelas quase 20.000 mortes na pandemia — que incomodava.

“Ainda bem que a natureza criou esse monstro chamado coronavírus para que as pessoas percebam que apenas o Estado é capaz de dar a solução, somente o Estado pode resolver isso”, disse Lula.

O petista produziu a pérola ao criticar a postura de Bolsonaro que tenta a todo custo reabrir as cidades para evitar prejuízos econômicos enquanto pessoas morrem e o SUS se aproxima do colapso. Na avaliação do petista, Bolsonaro deveria parar de choramingar contra governadores e colocar o motor do Estado para sustentar a atividade econômica na pandemia.

“Imagina quando Roosevelt teve que agir na guerra. Você acha que ele estava preocupado com orçamento? Não! Ele tinha que fazer armas para vencer a guerra. Na guerra contra o coronavírus, eles não cumprem sequer a promessa de dar 600 reais para as pessoas ficarem em casa e se protegerem”, afirmou.

Diante da declaração publicada pelo Radar, muitos petistas tentaram defender o indefensável exatamente como bolsonaristas fizeram com o “e daí” de Jair Bolsonaro. Há pouco, o próprio petista pediu desculpas pelo que ele classificou de “frase infeliz”.

Continua após a publicidade

“Usei uma frase totalmente infeliz. E a palavra desculpa foi feita pra gente usar com muita humildade. Se algum dos 200 milhões de brasileiros ficou ofendido, peço desculpas. Sei o sofrimento que causa a pandemia, a dor de ter os parentes enterrados sem poder acompanhar”, disse o petista.

É dura a vida de petista. É dura a vida de bolsonarista.

 

Continua após a publicidade
Publicidade