Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Lula está mais próximo de levar R$ 120 mil da União na Justiça

Ação movida pela ex-primeira-dama Marisa Letícia, por causa da divulgação de conversas dela pela Lava-Jato, está pronta para sentença

Por Gustavo Maia Atualizado em 3 jun 2021, 18h08 - Publicado em 4 jun 2021, 13h28

No último dia 31 de maio, o delegado da Polícia Federal Igor Romário de Paulo prestou depoimento na 24ª Vara Cível de São Paulo.

Ele falou como testemunha na ação movida pela ex-primeira-dama Marisa Letícia contra a União por causa da divulgação de conversas pessoais dela pela Lava-Jato.

Depois da morte da primeira-dama,  ex-presidente Lula seguiu com o processo em que busca uma indenização de 120.000 reais dos cofres públicos pela exposição da intimidade de sua mulher.

O áudio em questão foi liberado pelo ex-juiz Sergio Moro. No depoimento, o delegado deixou claro que a Polícia Federal separou os grampos da investigação contra Lula e juntou no processo sigiloso que foi, posteriormente, tornado público por Moro.

Para a defesa de Lula, tocada pelo escritório de Cristiano Zanin, o depoimento do delegado confirmou a tese de que uma sequência de atos irregulares resultou na exposição da fala da ex-primeira-dama.

Com o depoimento do delegado, o caso está pronto para sentença.

Continua após a publicidade
Publicidade