Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Impeachment de Witzel voltará a correr na Assembleia do Rio

Comissão que analisa impedimento do governador aprovou retomada do prazo de defesa

Por Mariana Muniz Atualizado em 6 jul 2020, 17h04 - Publicado em 6 jul 2020, 17h17

A comissão especial da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro que analisa o processo de impeachment de Wilson Witzel aprovou por unanimidade a retomada do prazo de 10 sessões para a defesa do governador. Mesmo em recesso, as sessões de julho irão contar para o prazo. 

A retomada acontece depois que os deputados suspenderam a contagem de prazo da defesa do governador até que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) compartilhasse com a Assembleia informações que embasaram a investigação — pedido que foi recusado pela Corte na semana passada. 

Nos bastidores, a decisão dos deputados estaduais pela retomada do prazo é apontada como um fracasso da articulação política liderada pelo Palácio Guanabara, que nas últimas semanas passou a ser conduzida pelo supersecretário Cleiton Rodrigues.

Publicidade