Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Gripado, Paes não aparece em evento de Kassab e Pacheco em Brasília

Aliados notaram a ausência do prefeito do Rio, que confirmou nesta quinta que está com o vírus da Influenza desde o início da semana

Por Lucas Vettorazzo Atualizado em 25 nov 2021, 12h07 - Publicado em 25 nov 2021, 12h01

Aliados dizem que não pegou bem a ausência de Eduardo Paes no evento nacional do PSD nesta quarta em Brasília, no qual o partido de Gilberto Kassab oficializou o nome de Rodrigo Pacheco como postulante à presidência da República no ano que vem.  

O prefeito do Rio, como se sabe, é peça importante no xadrez político que Kassab está montando para 2022. Uma prova disso foi que em outubro na cidade houve o primeiro evento público de Pacheco como filiado à legenda. 

O encontro desta quarta em Brasília, que contou, por exemplo, com discurso do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, era a oportunidade de Paes falar para um público nacional. Mas o prefeito não apareceu. 

Kassab mencionou Paes no microfone quando fazia uma saudação aos políticos do sudeste presentes e lembrou da promessa do prefeito do Rio de eleger uma bancada de 10 deputados federais no ano que vem, numa aposta contra Ratinho Júnior, governador do Paraná, que prometeu eleger 12 em seu estado.

O representante do Rio no evento de Kassab era o deputado Hugo Leal, que reinava absoluto no diretório estadual do partido antes de Paes e seu grupo assumirem a direção. Nesta quinta, veio a justificativa para a ausência. O prefeito estava, segundo um aliado, “arriado de gripe em casa”, informação que foi confirmada no fim da manhã desta quinta pela sua assessoria. Paes contraiu o vírus da Influenza 2 e precisou cancelar as agendas da semana. 

 

Continua após a publicidade

Publicidade