Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Farsa desqualificada

A CPI mista do Cachoeira recebeu o documento no qual o juiz Alderico Rocha Santos relatou ao Ministério Público Federal aquele bizarro episódio em que Andressa Mendonça armou uma farsa mal engendrada sobre um dossiê fictício para tentar chantageá-lo. Em três páginas, Alderico mostra em detalhes como Andressa tentou pressioná-lo, durante meia hora, a soltar […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 08h01 - Publicado em 29 ago 2012, 12h02

O relato do juiz acaba com a farsa da mulher do bicheiro

A CPI mista do Cachoeira recebeu o documento no qual o juiz Alderico Rocha Santos relatou ao Ministério Público Federal aquele bizarro episódio em que Andressa Mendonça armou uma farsa mal engendrada sobre um dossiê fictício para tentar chantageá-lo.

Em três páginas, Alderico mostra em detalhes como Andressa tentou pressioná-lo, durante meia hora, a soltar da prisão o bicheiro Carlinhos Cachoeira, e como, sem obter sucesso, passou a desfiar sandices, chegando a ponto de tentar convencer o magistrado de que teria poderes para impedir a publicação de reportagens em VEJA.

No documento, o juiz desqualifica Andressa, ao não dedicar qualquer fagulha de credibilidade à farsa, e ainda despacha a mulher do bicheiro mandando Cachoeira resolver os próprios problemas, porque ele “já teria problemas demais para resolver”.

Continua após a publicidade
Publicidade