Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Exonerado do gabinete

Balançando na corda da reforma ministerial, Brizola Neto exonerou seu chefe de gabinete, Fernando Brito – que, aliás, assessorou Leonel Brizola de 1983 até sua morte. Para todos os efeitos, a justificativa para degolar seu homem de confiança foi a de que Brito não se adaptou ao cargo e, deixando Brasília, voltará ao Rio de […]

Por Da Redação Atualizado em 31 jul 2020, 06h41 - Publicado em 12 mar 2013, 18h35

Explicação

Balançando na corda da reforma ministerial, Brizola Neto exonerou seu chefe de gabinete, Fernando Brito – que, aliás, assessorou Leonel Brizola de 1983 até sua morte.

Para todos os efeitos, a justificativa para degolar seu homem de confiança foi a de que Brito não se adaptou ao cargo e, deixando Brasília, voltará ao Rio de Janeiro para reativar o blog Tijolaço, que era mantido por Brizola Neto até assumir o ministério.

Publicidade