Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

CPI vai pedir acesso a computadores do Palácio do Planalto

Declarações de Fabio Wajngarten, de que teria deixado provas no computador que usava na Presidência, justificarão ato do relator Renan Calheiros

Por Robson Bonin Atualizado em 13 Maio 2021, 10h50 - Publicado em 13 Maio 2021, 06h09

Ao confirmar que havia guardado num computador do Palácio do Planalto e-mails e documentos com informações que confirmariam seus movimentos para negociar a compra de vacina da Pfizer, o ex-chefe da Secom Fábio Wajngarten deu nesta quarta o argumento que faltava para o relator da CPI da Pandemia, Renan Calheiros, entrar no território de Jair Bolsonaro com sua investigação.

O relator vai pedir a quebra dos sigilos de Wajngarten e também requisitará a busca dos HDs dos computadores da Secom que guardariam os documentos e provas citadas pelo ex-chefe da Secom.

Para os senadores, além de obter os dados, as buscas no Planalto podem confirmar outro crime, o de queima de provas, caso as evidências não estejam mais nos computadores citados por Wajngarten.

 

Continua após a publicidade
Publicidade