Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Pedro Carvalho. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Antes de Haddad, Lula escalou Jaques Wagner: ‘Comigo preso, será você’

O agora candidato ao Senado, porém, recusou a convocação

Por Gabriel Mascarenhas - 31 ago 2018, 15h31

Jaques Wagner resolveu escrever uma carta para avisar a Lula que não aceitaria disputar a presidência pouco depois de receber uma convocação do ex-presidente.

Durante uma visita ao ex-presidente na cadeia, na hora de se despedir, Jaques ouviu o seguinte: “Galego, comigo preso, vai ter que ser você’.

O agora candidato ao Senado não deu uma palavra.

Ele e o PT inteiro conhecem, no entanto, a enorme capacidade de Lula para dar sinais difusos, por isso, a chance de o ex-presidente ter dito algo semelhante a Fernando Haddad na mesma época é enorme.

Publicidade