Clique e assine com até 92% de desconto
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Evandro Éboli, Mariana Muniz e Manoel Schlindwein. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A frustração do MDB tem nome e sobrenome

Derrota em Belém, do Pará, onde ficou fora do segundo turno, não estava no horizonte do partido

Por Gabriel Mascarenhas Atualizado em 18 nov 2020, 11h55 - Publicado em 18 nov 2020, 12h15

A cúpula do MDB projetava disputar o segundo turno em 8 capitais. Só não conseguiu em uma delas: Belém (PA), onde o candidato do partido, José Priante, ficou em terceiro lugar.

Vão disputar o comando da capital paraense Edmilson Rodrigues, do Psol, e Delegado Eguchi, do Patriota.

O MDB agora contabiliza sucesso e reveses. A sigla foi o que mais perdeu prefeituras em comparação com 2016, embora continue sendo a que mais tem prefeitos no país.

Tinha 1.035 chefes de Executivos municipais em 2016 e agora conta com 774.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade