Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Radar Por Robson Bonin Notas exclusivas sobre política, negócios e entretenimento. Com Gustavo Maia, Laísa Dall'Agnol e Lucas Vettorazzo. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A amigo, Bolsonaro justifica compartilhamento de vídeo

Presidente tenta reduzir impacto de episódio que amplia crise entre poderes

Por Evandro Éboli 26 fev 2020, 13h27

Após o início de crise institucional com o envio de mensagens convidando para o ato de 15 de março contra o Congresso Nacional, Bolsonaro tenta colocar panos quentes.

Após a péssima repercussão ontem, Bolsonaro ligou para o amigo e ex-deputado Alberto Fraga – que divulgou a pedido da imprensa uma dessas mensagens enviadas pelo presidente – e conversaram sobre o assunto.

“Fraga, sem chances (de estimular o movimento). Como tenho grupo de amigos do zap, quando recebo, compartilho. Mas o objetivo é dar ciência. Só isso”, disse o presidente a  Fraga.

O ex-deputado contou ao Radar que eles trocam pelo menos entre 5 a 6 mensagens diariamente. E que sempre trocam vídeos, fotos e textos que pululam nas redes sociais.

“Quantos vídeos a gente recebe e repassa por dia?! São vários. Mantenho discrição e fidelidade sobre os assuntos que trato com o presidente. Não divulgo nada. Se divulgar, ele vai saber que fui eu quem vazou” – contou Fraga.

Continua após a publicidade
Publicidade