Clique e assine com até 92% de desconto
Na onda do surfe Por Renata Lucchesi Informações, comentários e curiosidades sobre surfe – a modalidade que tem o Brasil como novo protagonista – e outros esportes praticados no mar.

Jadson André não vai competir em Margaret. Alejo está de volta.

Jadson sofreu uma lesão no tornozelo em Bells Beach e não conseguiu se recuperar a tempo para o último evento da perna australiana.

Por Renata Lucchesi Atualizado em 30 jul 2020, 23h04 - Publicado em 7 abr 2016, 16h05
Jadson André sai do mar carregado em Bells Beach, após machucar o tornozelo. (Foto: Kelly Cestari/WSL)

Jadson André sai do mar carregado em Bells Beach, após machucar o tornozelo. (Foto: Kelly Cestari/WSL)

Jadson André não vai participar da terceira etapa do circuito mundial, em Margaret River, oeste da Austrália. O potiguar sofreu uma lesão no tornozelo em Bells Beach e não conseguiu se recuperar a tempo para o último evento da perna australiana. Ele será substituido pelo local Jay Davies. Em seu Instagram, Jadson anunciou que vai retornar ao Brasil na segunda-feira (11), para dar continuidade ao tratamento. A próxima parada do tour é no Rio de Janeiro, no dia 10 de maio.

O Drug Aware Margaret River Pro marca o retorno do brasileiro Alejo Muniz à competição, depois de meses fora. O catarinense rompeu os ligamentos do joelho esquerdo em outubro do ano passado, durante a etapa da França. Alejo passou por cirurgia e ficou de fora dos dois primeiros eventos do ano, Gold Coast e Bells Beach.

LEIA TAMBÉM:
Etapa do WCT no Rio de Janeiro: mudanças na escolha do wildcard
Duas etapas brasileiras do QS são canceladas por falta de pagamento

Outras novidades na disputa serão o italiano Leonardo Fioravanti, atual líder do QS, substituindo o australiano Jack Freestone, também lesionado, e o local Jacob Wilcox, vencedor das triagens do evento.

 

Continua após a publicidade
Publicidade