Clique e assine a partir de 9,90/mês
Matheus Leitão Blog de notícias exclusivas e opinião nas áreas de política, direitos humanos e meio ambiente. Jornalista desde 2000, Matheus Leitão é vencedor de prêmios como Esso e Vladimir Herzog

Governador e secretária de Saúde do Amazonas são alvos de operação da PF

Wilson Lima viu sua casa sofrer buscas e a responsável pela Saúde no estado, Simone Papaiz, ser presa

Por Matheus Leitão - Atualizado em 30 Jun 2020, 10h55 - Publicado em 30 Jun 2020, 10h20

A Operação Sangria, deflagrada pela Polícia Federal nesta terça-feira, 30, mira o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) – que viu a sua casa e o palácio do governo serem alvos de buscas e apreensões -, e a secretária de Saúde, Simone Papaiz, presa temporariamente.

A investigação apura denúncias de fraudes e desvios na compra de respiradores, equipamentos adquiridos para ajudar o enfrentamento dos efeitos do novo coronavírus na população amazonense.

Segundo a PF, são averiguados crimes como pertencimento à organização criminosa, corrupção, fraude à licitação e desvio de recursos públicos. Internamente, a operação é definida como mais uma etapa do “Covidão”, esforço para investigar corrupção na pandemia.

Os mandados foram expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) – 20 de busca e apreensão e oito de prisão temporária –  e a operação conta com a ajuda do Ministério Público, da Controladoria Geral da União e da Receita Federal.

Continua após a publicidade

Há a suspeita de superfaturamento na aquisição dos respiradores e o direcionamento na compra a uma específica empresa, cuja atividade comercial é, na verdade, a comercialização de vinhos.

“Os ventiladores mecânicos hospitalares entregues ao Estado do Amazonas, pela referida empresa, não possuíam as especificidades técnicas necessárias para a adequada utilização no tratamento médico”, diz a nota da PF. 

Como informado pela coluna na semana passada, alvo da PF e de uma CPI que investigam seu governo pelas supostas fraudes em aquisições emergenciais em meio à pandemia da Covid-19, Wilson Lima é segundo governador do PSC que pode sofrer um impeachment. Saiba mais aqui.

Publicidade