Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Discurso no parlatório e beijo no marido: primeira-dama quebra o protocolo

Michelle Bolsonaro usa linguagem de sinais para se dirigir a surdos-mudos e fala antes do novo presidente em evento no Palácio do Planalto

Por Da Redação Atualizado em 1 jan 2019, 18h57 - Publicado em 1 jan 2019, 18h01

A primeira-dama Michelle Bolsonaro chamou a atenção na cerimônia de posse presidencial ao quebrar o protocolo e discursar no parlatório do Palácio do Planalto – normalmente, só discursa o presidente que está assumindo o cargo.

Mais: Michelle ainda falou antes do marido (que ficou atrás dela) e por meio de libras, linguagem de sinais usada por surdos-mudos. Ao seu lado, uma tradutora vocalizava o que a primeira-dama sinalizava.

Michelle, que é evangélica, tem tradição em trabalho voluntário com surdos-mudos na Igreja Batista Atitude, na Barra da Tijuca, zona sul do Rio de Janeiro, onde mora.

Por ter um tio que é deficiente auditivo, ela aprendeu Libras (Língua Brasileira de Sinais) e se aprofundou no tema depois de ter conhecido uma casal de deficientes auditivos na igreja.

  • Antes de passar a palavra a Bolsonaro, ela ainda deu dois beijos no novo presidente, o que provocou gritos entusiasmados da plateia na Praça dos Três Poderes.

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade