Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Ciro critica ‘arrogância’ de Haddad e compara com passado de FHC

Ex-ministro criticou postura do petista de pedir apoio de adversários e relembrou derrota do tucano em eleição municipal nos anos 1980

Por Guilherme Venaglia Atualizado em 1 out 2018, 11h22 - Publicado em 1 out 2018, 01h14

Durante o debate da TV Record, Ciro Gomes (PDT) subiu o tom em relação à Fernando Haddad (PT) em busca de reforçar o discurso da “terceira via”, uma alternativa aos pólos representados por Haddad e Jair Bolsonaro (PSL), os atuais líderes das pesquisas.

Após o encontro, Ciro criticou o que chamou de “arrogância” de Haddad, que tem indicado de quais candidatos gostaria de receber o apoio em um possível segundo turno. “Isso lembra o Fernando Henrique Cardoso, que sentou na cadeira de prefeito e depois perdeu a eleição”, em referência  a um episódio vivido pelo ex-presidente tucano na década de 1980, quando ele disputou e perdeu a eleição para a Prefeitura de São Paulo.

  • Líder nas pesquisas, FHC chegou a posar para fotos na sede do Executivo municipal, sendo que, com as urnas abertas, o eleito havia sido Jânio Quadros (PTB). A fala do pedetista foi feita após a pergunta sobre quais candidatos ele gostaria de ter ao seu lado se passasse para a próxima etapa.

    Ciro afirmou que tem apreço por Guilherme Boulos (PSOL) e Marina Silva (Rede), mas que não pediria apoio para evitar incorrer no mesmo erro que vê em Haddad. Questionado sobre uma possível aliança com o partido do ex-prefeito, ele desconverso: “depende sobre qual PT você está falando”.

    Continua após a publicidade
    Publicidade