Clique e assine a partir de 9,90/mês
Maquiavel Por Coluna A política e seus bastidores. Informações sobre Planalto, Congresso, Justiça e escândalos de corrupção. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

A primeira tarefa de Alexandre Frota no PSDB

Recém-filiado ao partido, deputado federal foi escolhido pela liderança do tucanato para coordenar a aprovação da reforma da Previdência dos militares

Por Edoardo Ghirotto - Atualizado em 22 ago 2019, 14h33 - Publicado em 22 ago 2019, 14h13

O deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) foi escolhido para ser o coordenador da comissão especial que analisará a reforma da Previdência dos militares na Câmara. A decisão foi tomada após uma reunião do partido realizada nesta quinta-feira, 22, em Brasília.

Frota desembarcou no PSDB na última semana, após ser expulso do PSL por fazer críticas ao presidente Jair Bolsonaro. Ele foi apresentado aos deputados tucanos em um almoço na terça-feira 20, que contou com a presença de João Doria, governador de São Paulo e responsável por trazer o ex-ator para a sigla.

Segundo o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), a escolha de Frota como coordenador da matéria se dá pelo bom trânsito que ele tem junto à classe militar. Frota já havia desempenhado a mesma função na comissão especial que analisou a reforma da Previdência.

A classe militar reluta em aceitar mudanças nas regras de aposentadoria. A categoria está atuando ativamente nos corredores do Congresso para tentar fazer alterações no projeto formulado há cinco meses pelo governo federal.

Continua após a publicidade

A comissão especial foi instalada no último dia 14, mas só realizou sua primeira sessão na quarta-feira, 21. O relator do texto no colegiado, deputado Vinícius de Carvalho (PRB-SP), pretende apresentar um parecer em 18 de setembro.

Publicidade