Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Dora Kramer Por Coluna Coisas da política. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

PIB de pé atrás

Reunião não abalará desconfiança de empresariado em Bolsonaro

Por Dora Kramer Atualizado em 7 abr 2021, 08h42 - Publicado em 6 abr 2021, 09h37

Sempre que a chapa de Jair Bolsonaro esquenta ele organiza uma reunião. Daí que marcou para amanhã (07.04) um jantar com vinte pesos pesados do PIB, a fim de desfazer o mau humor manifestado por 500 empresários, economistas, banqueiros e afins em carta aberta com severas críticas ao presidente da República.

Comecemos pela quantidade: vinte convidados contra 500 signatários. Os números falam por si em relação a pesos prevalentes na balança. Sigamos na questão da qualidade: as palavras de Bolsonaro em contraposição aos fatos. Além de todos já devidamente registrados o recente diz respeito à visita do presidente a Bolsonaro no mesmo dia, ou no seguinte à reunião, ao prefeito de Chapecó (SC) para homenageá-lo por sua defesa do uso do tal do “tratamento precoce”.

Haverá condição objetiva do empresariado alterar a desconfiança (para dizer o mínimo) que emprestam a Bolsonaro por causa de um mero jantar? Nem de longe. Portanto, a reunião terá o mesmo efeito de várias outras e levará a lugar algum. Se uma foto vale mais que mil palavras, milhares de fatos valem muito mais que uma foto de convescote montado e dirigido pelo departamento de espetáculos do Palácio do Planalto.

Publicidade