Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Suplicy quer piorar a vida de Lula na cadeia

Nem o mais perverso serial killer merece dividir o beliche de uma cela com o companheiro doidão

Por Augusto Nunes Atualizado em 5 abr 2018, 21h33 - Publicado em 5 abr 2018, 20h38

Lula continuava atordoado com o nocaute que sofrera no Supremo Tribunal Federal quando descobriu, em sua quarta-feira de cinzas, que o que está péssimo sempre pode piorar. A constatação aflitiva emergiu já no início da  discurseira do vereador Eduardo Suplicy.

Ouçam a ameaça formulada pelo ex-senador que desde o berço recita as maravilhas embutidas no que batizou de Renda Mínima: 

“Ao cumprimentar o Presidente Lula agora a noite, no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo, transmiti a ele que quando ele for preso, disponho-me a acompanhá-lo e ficar com ele, até que ele tenha de fato direito de defesa, o que não lhe foi permitido perante o juiz Moro e no TRF-4”.

  • Lula merece uma longa e pedagógica temporada na cadeia. Mas nem o mais perverso serial killer merece dividir o beliche da cela com Suplicy. É um castigo mais apavorante que a pena de morte.

    Continua após a publicidade
    Publicidade