Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

#SanatórioGeral: Falta parafuso

Celso Amorim estabelece uma linha divisória entre democracia e ditadura sem revelar onde fica

No momento, o país exige uma frente ampla democrática em que a linha divisória vai ter que se deslocar um pouco para a direita porque, se não, nós não sobreviveremos”. (Celso Amorim, ex-ministro das Relações Exteriores do governo Lula, na Conferência Internacional em Defesa da Democracia, promovida pelo PT, estabelecendo uma linha divisória que não sabe onde fica)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Paulo Bandarra

    Eu entendi que ele está propondo fingir que se regeneraram para enganar o povo, senão os extrema-esquerda não sobrevivem.

    Curtir