Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Doutor em pobre

“É claro que, se você comparar com o salário que vige no meio político, não dá. Agora, a comparação que tem de ser feita é a com o poder aquisitivo do salário mínimo de hoje e o de alguns anos atrás”. José Eduardo Dutra, presidente do PT, ao lhe perguntarem por que defende o salário […]

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 12h53 - Publicado em 10 fev 2011, 05h27

“É claro que, se você comparar com o salário que vige no meio político, não dá. Agora, a comparação que tem de ser feita é a com o poder aquisitivo do salário mínimo de hoje e o de alguns anos atrás”.

José Eduardo Dutra, presidente do PT, ao lhe perguntarem por que defende o salário mínimo de  R$ 545,00 se os parlamentares se concederam um reajuste de 62%, explicando que brasileiro pobre fica tão feliz por não ser miserável que nem lhe passa pela cabeça viver como gente rica.

Publicidade