Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia
Augusto Nunes Por Coluna Com palavras e imagens, esta página tenta apressar a chegada do futuro que o Brasil espera deitado em berço esplêndido. E lembrar aos sem-memória o que não pode ser esquecido. Este conteúdo é exclusivo para assinantes.

Coisa sagrada

“Eles foram eleitos pelo voto do povo, e esse voto é sagrado”. Jilmar Tatto, líder do PT na Câmara dos Deputados, explicando que parlamentares companheiros não podem ter o mandato cassado mesmo se matarem a mãe, venderem o pai e alugarem a avó entrevada.

Por Augusto Nunes Atualizado em 31 jul 2020, 07h25 - Publicado em 14 nov 2012, 20h54

“Eles foram eleitos pelo voto do povo, e esse voto é sagrado”.

Jilmar Tatto, líder do PT na Câmara dos Deputados, explicando que parlamentares companheiros não podem ter o mandato cassado mesmo se matarem a mãe, venderem o pai e alugarem a avó entrevada.

Publicidade