Como emagrecer, de maneira saudável, até o ano-novo

É possível eliminar 1 quilo por semana com prática de atividade física e dieta pobre em gordura e açúcar

Um corpo magro e tonificado deve ser conquistado pouco a pouco, por meio de hábitos de vida saudáveis. Com a aproximação do verão, entretanto, muitas pessoas que estão acima do peso desejado tentam compensar o tempo perdido com dietas malucas e uma rotina de exercícios exagerada.

Não precisa ser assim. Até o réveillon – isto é, em seis semanas – é possível emagrecer 6 quilos de maneira saudável. Um dos segredos é seguir uma dieta balanceada, que não seja restritiva demais. De acordo com o endocrinologista Izidoro Flumignan, do Centro de Tratamento da Obesidade da Rede D’Or São Luiz, no Rio de Janeiro, o organismo tende sempre a voltar ao peso ao qual está acostumado. “O cérebro consegue assimilar uma perda de, no máximo, 1 quilo por semana”, diz. Caso o ponteiro da balança diminua mais do que isso, o organismo provoca uma série de alterações hormonais que aumentam o apetite, desaceleram o metabolismo e fazem com que o corpo elimine menos gordura. Por essa razão, a perda de peso gradual ajuda a manter o peso a longo prazo e a afastar o efeito sanfona.

A essa alimentação, que deve ser pobre em gorduras e açúcares, é preciso associar exercícios físicos. Caso a pessoa seja sedentária, a recomendação é escolher uma modalidade que lhe agrade – ciclismo, corrida, caminhada, musculação, tanto faz. Desse modo, ela terá mais motivação para se exercitar pelo menos 30 minutos por dia, o mínimo necessário para começar a perder peso.

Leia também:

Dietas da moda só emagrecem a curto prazo, diz estudo

Efeito sanfona: saiba como evitar o problema

“A pessoa pode incluir nessa meia hora atividades como uma caminhada até o trabalho ou uma subida em um lance de escadas”, diz o educador físico Bruno Gualano, professor da Universidade de São Paulo (USP). Além disso, é importante dedicar pelo menos três dias da semana à prática de exercícios de intensidade moderada a alta, como a corrida, para acelerar a queima calórica e, consequentemente, o emagrecimento.

Dieta – De acordo com a nutricionista Rosana Perim, gerente de nutrição do HCor – Hospital do Coração, em São Paulo, balancear os nutrientes do prato e comer pequenos lanchinhos de três em três horas são essenciais para não extrapolar nas calorias, gorduras e açúcares. “As refeições principais precisam ser ricas em saladas e ter quantidades moderadas de proteína e carboidratos”, diz Rosana. “O processo de perda de peso é gradativo, mas essa época do ano pode ser uma boa oportunidade para a pessoa iniciar uma vida saudável”, diz Bruno Gualano.