Temer reúne ministros e deputados em encontro no Alvorada

Presidente discutiu com aliados a articulação política para barrar a denúncia por corrupção passiva no plenário da Câmara dos Deputados

O presidente Michel Temer (PMDB) deixou o Palácio do Alvorada por volta das 21h deste domingo, após uma reunião de cerca de 1h30 com aliados. Depois de passar a tarde no Rio de Janeiro para acompanhar o trabalho das Forças Armadas, Temer chegou por volta das 19h30 em Brasília e seguiu direto para mais um encontro com ministros e congressistas.

Participaram da reunião deste domingo os ministros Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo), Eliseu Padilha (Casa Civil), Raul Jungmann (Defesa) e alguns parlamentares, como André Moura, Darcisio Perondi e Beto Mansur. Desde que a crise política eclodiu com a gravação do empresário Joesley Batista, da JBS, Temer tem feito encontros aos domingos para articular as estratégias da semana.

O governo quer fazer mais ajustes no discurso e nas ações para garantir que a denúncia de corrupção passiva contra o presidente será derrubada já nesta semana, quando está marcada a sessão na Câmara. Apesar de interlocutores do presidente afirmarem que a preocupação em derrubar a denuncia não é do governo, que segue trabalhando, Temer reitera aos auxiliares que quer “tirar logo essa pauta do caminho”.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. JOSÉ ALVES GUIMARÃES

    Analisem a lista dos presentes à reunião, todos santos. Como não sentir-se orgulhoso em ser brasileiro? Um governo formado por santos e todos trabalhadores, que maravilha!

    Curtir

  2. Tudo para escapar da Justiça! Governando unicamente em prol disso! Vergonhoso e lamentável! Triste e revoltante!

    Curtir

  3. Isaias Pontes de Melo

    Parece que houve um pequeno deslize na construção do título da matéria

    Curtir